Stranger Things 2016

Uma das séries mais legais lançadas esse ano Stranger Things (original netflix) é uma obra dos irmãos Matt e Ross Duffer.
A série nos transporta para os anos 80 e apresenta um drama e suspense que nos prende desde o primeiro episódio. A naturalidade dos quatro protagonistas Mike, Dustin, Lucas e Will deixa a série leve em alguns momentos e foi (acredito eu) uma ótima escolha.
O drama se desenrola quando Will voltava da casa de Mike e acaba sumindo de maneira misteriosa e ai que tudo começa. A cidade de Hawkings se une para encontrar Will e sua mãe Joyce Byers que é interpretada por Winona Ryder que dá um show de atuação na série e o chefe da polícia local Jim Hopper (David Harbour) trabalham juntos na busca e acabam descobrindo que o desaparecimento é algo mais grande do que eles pensavam.
A Eleven( não posso esquecer de falar dela) interpretada pela linda Millie Brown é uma presente na série, ela acaba se unindo a Mike e aos amigos na busca pelo Will, mesmo não falando muito (spoiler da personagem) a atuação da mesma se mostra forte e macante durante a série toda , acredito que com tudo que foi vivido pela mesma na primeira temporada ainda tem história pra ela na segunda , assim esperamos neh? (netflix nunca te pedi nada , Eleven na segunda ).
Não tem como não sentir falta daqueles filmes antigos voltaospara a mesma década de 80 onde gira a série como: O nevoeiro, O Apanhador de sonhos e um pouco de Silent Hill ( a pesar deste não ser nessa década). Além de lembrar das histórias de Stephen King. O clima sinistro e a fotografia do ambiente ficaram divinos.
Com oito episódios muito bem desenvolvidos e com referências a filmes que marcaram uma geração (E.T, Contatos de 4º grau...) a série é daquelas que você vê em um dia inteiro, não dá pra assistir o primeiro episódio e não querer saber o que aconteceu com Will, uma das melhores obras da Netflix para seu público esse ano, agora vamos esperar a confirmação da segunda temporada ( netflix não brinca comigo e confirma isso logo) e esperar as novas Stranger Things que ela tem pra gente.
1- Casa Organizada - Thais Godinho

Thais Godinho defende que a organização da casa não precisa – nem deve – ser uma tarefa desgastante. Você também se sente frustrado por ver seu tempo perdido em arrumações que logo serão perdidas? Sua casa vira uma bagunça pouco tempo depois de você colocar tudo no lugar? Aqui você verá que organizar a casa é fazer dela um lugar que funcione para você. É transformar o lugar no qual você mora em um refúgio para aproveitar os dias e que faça você ter vontade de voltar. Aqui você verá que é possível ajustar as expectativas em relação à casa de acordo com o seu estilo de vida sem deixar de lado a satisfação de ter um lugar com a sua cara.

2- Fique com alguém que não tenha dúvidas - Marina Barbieri
Desnecessário dizer que todo mundo já teve uma história amorosa que deu errado. E se ainda não teve, um dia vai ter. Mas por que isso acontece com tanta gente e com tanta frequência? Falta de sorte? Dificuldade em dialogar? Falta de leitura do outro? Nada disso. A verdade é uma só: quando desejamos muito uma pessoa, ignoramos todos os sinais, os aprendizados e a experiência que temos e insistimos cegamente, mesmo que as chances estejam contra nós.Sim, a paixão nos faz crer nas desculpas mais esfarrapadas e a descrer nos avisos mais óbvios, e então nos boicotamos tentando acreditar na ilusão de que dessa vez vai ser diferente. Nunca é.Prepare-se para alternar entre rir alto e chorar baixinho com crônicas da vida de todos nós quando se trata de amor (ou da falta dele).  Marina Barbieri compartilha com seus leitores as roubadas amorosas da própria vida, mostrando que amar pode ser mais simples do que nós fazemos parecer.

3- Relacionamento, influência e negócios - Márcio Giacobelli
Muitas pessoas vivem como se estivessem esperando a grande oportunidade para finalmente conseguir realizar o sonho de ter o próprio negócio. No entanto, quase sempre as oportunidades estão batendo à porta há bastante tempo, sem ser percebidas. A área de vendas por relacionamento (ou vendas diretas) tem sido a grande chance de muita gente, e pode ser a sua também.Neste livro, você aprenderá tudo o que é necessário para realizar seu sonho e atingir seus objetivos. Você é o responsável pela sua vida, e aqui saberá como fazer acontecer! Márcio Giacobelli não tem fórmulas mágicas, mas tem algo igualmente valioso: conhecimento de especialista. Ele apresenta inúmeras possibilidades. Caberá a você decidir qual caminho seguir.

Hoje é o dia do Rock e por que não comemorar esse dia com livros?
Há um tempo atrás fizemos dicas sobre o mesmo tema caso queira dar uma olhada clique aqui, mas com livros diferentes e como já se passou um longo período resolvemos trazer novos livros para sua lista. Então vamos começar.

1- Como a Geração Sexo-Drogas-e-Rock'n'Roll Salvou Hollywood - Peter Biskind

Francis Ford Coppola, Martin Scorsese, George Lucas, Steven Spielberg, Robert Altman - eles fazem parte da geração de cineastas que reescreveu o script da Hollywood dos anos 70, com filmes como Bonnie e Clyde, Sem Destino, O Poderoso Chefão, A Última Sessão de Cinema e Taxi Driver, clássicos modernos que revolucionaram a maneira de conceber, produzir e fazer filmes.
Em Como a geração sexo-drogas-e-rock n roll salvou Hollywood, Peter Biskind recria aquela "década dos diretores", um dos períodos mais excitantes da história do cinema, que tem início com o lançamento de Sem Destino, no final da década de 60, e termina com Touro Indomável e uma Beverly Hills marcada pelo consumo de cocaína, já nos anos 80.

 2- Deus do Rock - Gisele Souza


Para viver um grande amor, você se condenaria ao inferno? 
Com uma vida cercada de privilégios, riqueza e poder, Apolo, o filho prodígio de Zeus, é um homem determinado e acostumado a ter tudo que deseja. O poderoso deus do sol tornou-se também o deus do rock. Sua herança seria o trono do Olimpo e foi nisso que regeu sua vida, sempre à disposição, esperando, aprendendo, obedecendo. Contudo, o destino ainda o colocaria à prova, talvez a doce Angélica fosse apenas um teste de força, uma tentação que ele precisava resistir. Só que, ao ver os olhos daquela menina tímida, perdida nos bastidores do show business, ele já havia perdido a batalha.Agora restava apenas vencer a guerra para viver seu grande amor. As garras afiadas das Moiras não lhe dariam trégua, um mal precisava ser feito para o bem vencer. Alianças serão travadas, amizades destruídas, a confiança será quebrada... Uma união de corpo e alma que acarretará num conflito entre deuses e mortais, um jogo de poder que poderá custar muito mais que a imortalidade. 

 3- O pequeno livro do Rock - Hervé Bourhis

Este livro é um diário particular do rock, escrito com base naquilo que o autor leu e ouviu durante décadas em revistas, canções e filmes que marcaram as gerações. Ilustrado através de capas de discos, letras de músicas, cortes de cabelo, fatos e boatos. O autor retrata situações curiosas sobre personagens desconhecidos. Há ainda as 'batalhas', onde Hervé lista e compara discos de dois artistas ou grupos diferentes - Chuck Berry ou Little Richard, Lou Reed ou David Bowie, Nirvana ou Pixies?

 4- O pequeno livro dos Beatles - Hervé Bourhis

Nesta HQ, é retratada a trajetória do grupo inglês desde antes de sua formação, passando pelos anos da Beatlemania, pela separação do grupo até se focar apenas na carreira solo de seus integrantes. 


 5- Rock and Roll : Uma história Social - Paul Friedlander

Como um curso intensivo sobre rock and roll, este livro traz os dados básicos, mas não ignora os detalhes que marcaram as três primeiras décadas de história do rock. Partindo do berço do rhythm and blues, Elvis e o som negro da Motown, revisita os ícones dos anos 60, os guitars heroes dos 70, o punk, para chegar à batida dos anos 80, relembrando a trajetória de um gênero musical que já atravessou cinco décadas de sucesso ininterrupto. 


6- Amigas (im)perfeitas: juntas no amor, na dor e no rock'n roll - Leila Rego

Nina, Pâmela e Manuela, amigas desde os tempos de colégio, tem agora uma nova realidade pela frente: largar a adolescência para trás e crescer em meio às angustias dessa nova fase.
O término da faculdade e o inicio de uma carreira fazem parte das decisões maduras que a vida está cobrando dessas três amigas inseparáveis. Mas o que elas não imaginavam é que viveriam ainda muitos tropeços e desencontros amorosos, repletos de emoções conturbadas - e boas gargalhadas.
Embaladas pelo bom rock 'n roll da Legião Urbana, as amigas viverão aventuras e descobertas ainda mais surpreendentes que as da adolescência, entre elas, fazer com que Nina, que sempre se apaixona pelo homem errado, encare uma Operação Faxina Interna para tentar superar as feridas de seu coração. 

 7- Rock para pequenos: Um Livro Ilustrado Para Futuros Roqueiros - Laura D. Macoriello


"Rock Para Pequenos – Um Livro Ilustrado Para Futuros Roqueiros" é o primeiro lançamento de literatura infantojuvenil da Edições Ideal. A temática relacionada ao universo do rock and roll vem para honrar a vocação e o direcionamento da editora, mostrando que a tradição dos bons sons pode ser cultivada desde o berço.
O livro nasceu da união entre duas paixões: rock e crianças. Sem muita firula, com textos diretos e ilustrações coloridas, o livro apresenta para os pequenos esse incrível mundo do rock e alguns dos seus ícones. Os “personagens” foram escolhidos a dedo pela autora Laura D. Macoriello: Jimi Hendrix, Elvis Presley, Janis Joplin, David Bowie, Angus Young, The B-52s, The Rolling Stones, Chuck Berry, Steve Harris (Iron Maiden), Ramones, Beatles, Kiss e Ozzy Osbourne.

8- O livro dos Mortos do Rock: Revelações surpreendentes sobre a vida e a morte de sete lenda do Rock&Roll - David Comfort

O Livro dos Mortos do Rock é a primeira obra a comparar em profundidade as vidas conturbadas e as mortes trágicas dos sete maiores ícones do rock 'n' roll: Jimi Hendrix, Janis Joplin, Jim Morisson, Elvis Presley, John Lennon, Kurt Cobain e Jerry Garcia. O autor apresenta fatos reveladores e surpreendentes sob um ponto de vista inédito, analisando as ambições e lutas que estes artistas tinham em comum. Carismáticos e talentosos, mas isolados e cheios de conflitos, eles não foram exatamente os ídolos que pensávamos conhecer. Para além de sua genialidade, este livro revela o lado humano e dramático destas sete lendas do rock. Uma jornada frenética ao outro lado da fama. Uma viagem às fantásticas histórias de inquietação e excessos que culminaram em suas mortes prematuras e os elevaram à condição de Imortais.

 9 - As raízes do Rock - Florent Mazzolieni

As raízes do rock, livro escrito pelo jornalista, autor, fotógrafo e viajante profissional Florent Mazzolieni, conta como surgiu o gênero musical que deu início à maior revolução cultural do século XX. O título também aborda a evolução da indústria fonográfica, passando pelo crescimento dos grandes selos independentes e o surgimento dos discos 45 rotações. A importância de Nova Orleans como base rítmica do rock'n'roll e o reinado dos grandes grupos vocais. Para ilustrar todo esse período que vai dos anos 1930 até meados dos 1950, o livro reúne mais de 300 fotos entre shows, capas de disco, recortes de jornais, selos de discos, cartazes promocionais e muito mais.

 10 - O som da revolução- Rodrigo Merheb

Montado sobre uma base de conhecimento sólida, O Som da Revolução se propõe a contar a história cultural do rock a partir de um corte histórico entre os psicodélicos anos de 1965 e 1969. Com um texto envolvente, Merheb capta o espírito de um tempo que não parece ter fim e de uma geração que ousou mudar o mundo ao som do rock de Bob Dylan, The Byrds, Beatles e Pink Floyd.


 11 - Rock & Pie: Sexo, amor e Rock and roll - Lilian Galdo

Vivianne Santinni se considera uma garota de sorte. Além de ela ter sido escolhida para substituir o baixista da banda Rock & Pie, que já é relativamente conhecida em sua cidade natal, ela ainda ganha a oportunidade de dividir os vocais a banda. Em pouco tempo ela já começa a ser considerada como um amuleto da sorte pelos outros integrantes, três homens lindos e talentosos, já que desde que ela se tornou um membro oficial, a banda explodiu pelo mundo todo. Mas além do sucesso, Vivi ganhou uma coisa muito mais preciosa: uma nova família.Ric, o vocalista principal e guitarrista, é o garanhão da banda. As garotas fazem fila para vê-lo e caem frequentemente aos seus pés. Apesar de tudo, ele respeita profundamente sua parceira de banda e se torna seu maior confidente. Cadú, o caçula e tecladista, além de ser um rqapaz lindo e talentoso é amoroso e leal à Vivi. Tim, por sua vez, é a pedra no sapato da baixista. Parece que o objetivo desse baterista é tornar os dias de Vivi mais cinzas, já que ele faz de tudo para deixá-la para baixo. Ele sempre a deprecia, quando não está ignorando sua existência. O motivo de tanto rancor é um mistério para a garota, mas ela não imagina o que ele encobre por trás dessa fachada cascuda.
Agora se jogue no quarto ou em qualquer lugar da casa, aumente o volume e curta uma boa leitura. Bjos e até a próxima dica. :D






Titulo: Pequenas Grandes Mentiras
Editora: Intrínseca
Ano: 2015
Páginas:400
Autora: Liane Moriarty

Olá pessoas como vocês estão?
Então hoje tem resenha desse livro que amei ler (se alguém já leu fala o que achou) “Pequena Grandes Mentiras”.
Eu estava namorando esse livro desde ano passado me apaixonei pela capa, mas nunca tinha lido a sinopse. Conheci o trabalho da Liane Moriarty pelo O segredo do meu marido, porém sempre com o pensamento em Pequenas Grandes Mentiras...
Este é um livro que para mim foi delicioso de ler, te prende desde o primeiro momento e mostra que por mais que no início as histórias apareçam não se cruzarem, no grande final temos o choque de coincidências (boas e ruins).
 A história se passa em Pirriwee, Austrália em torno de três amigas Celeste, Madeline e Jane. Liane nos leva para uma cidade que poderia ser a nossa, todos se conhecem, os filhos da vizinhança estudam na mesma e tudo, tudo mesmo torna-se algo grande.
Os seus personagens são personagens que a gente acaba se identificando, o temperamento de Madeline, o bom coração de Celeste e até a vontade de superar (e de matar fantasmas todo dia) que nem Jane mata mentalmente.
Madeline Martha Mackenzie é uma mãe de três filhos e atualmente casada com Ed, vivi ainda os fantasmas de ter sido abandonada no passado por Nathan (ex-marido) junto com a filha deles Abigail.
Acho que grande parte desse ressentimento de Madeline se dá também por Nathan atualmente casado com Bonnie se tornou um pai bom, tem uma filha do atual casamento e uma relação boa com Abigail a mesma até se espelha em Bonnie para muitas coisas. Abigail não é do time ODEIO O MEU PAI POR TER ME ABANDONADO AINDA BEBÊ, e para Madeline isso é o fim.
Essa personagem no livro é o que muda a situação em vários contextos, animada e engraçada traz um frescor cada vez que aparece, Madeline é aquela nossa amiga que por mais que estejamos com um grande problema, ela sempre vai ver algo bom em tudo e vai tentar ajudar da melhor forma possível (nem que seja com champagne ) .
Jane Chapman é uma mãe nova e recém-chegada a Pirriwee, trabalha prestando serviços contábeis para moradores da cidade, de imediato e com um acidente de percurso ela conhece Madeline e se tornam amigas logo de cara. Jane se muda com a intenção de começar uma nova vida, e dá uma nova vida ao seu filho Ziggy.
Jane sofre com um passado que está fortemente ligado com Ziggy, gira em torno do pai do mesmo (não posso falar muito se não estraga o final o livro gente ). Além de tentar superar tal “problema” o pobre Ziggy é acusado de praticar bullying na escola nova a Pirriwee. Entre o ocorrido que une ela e Madeline ambas tornam-se amigas Madeline dá o devido suporte a Jane e acredita na amiga com toda a situação do jovem Ziggy tanto na escola quanto na história do pai.
Celeste era uma advogada que não exercia função vivia para o marido Perry e para cuidar dos gêmeos Josh e Max, Perry viajava muito e Celeste dava conta do recado. Amiga de Madeline próxima acaba tornando-se amiga de Jane também e aí que as histórias começam a se cruzar e desenrolar.
Aos olhos dos outros pais e da comunidade de Pirriwee o casamento de Celeste era dos sonhos, ela jovem e bonita, dois filhos lindos, Perry rico e lindo, eles pareciam aqueles casais de filmes românticos, porém, contudo, todavia o que se ler no livro é algo que preocupa e perturba muitas mulheres em todo mundo, um tema pesado e real que é muito bem abordado pela Liane. Ela mostra que nem tudo é tão perfeito assim.
Além das protagonistas muito bem desenvolvidas, os personagens secundários (os outros pais) dão a certa dose de agitação no livro. Cada capitulo acaba com partes do interrogatório coletivo dos mesmos, isso mesmo. A uma morte no meio de todo os segredos e problemas do trio, revelada somente no final do livro, tudo acontece na noite do concurso de perguntas onde os pais estão mais “alegres” que o costume e todos os fatos são colocados na mesa.
Liane desenvolve a história de uma forma que te prende, cada fato revelado de forma sútil e nunca entregando o ouro de forma completa, a leitura se torna boa e viciante e com certeza a gente (eu, você ou aquele parente chato) estamos nesse livro aí, nem que seja por um capitulo. E a gente acaba percebendo também o tanto de Pequenas Grandes Mentiras que acabamos por dizer no dia, para apenas sobreviver...
Pequenas Grandes mentiras torna-se um livro para ser lido em uma tarde de tão curioso que a gente fica para entender todos os fatos, vale muito a pena a leitura.
Ei, cê já leu? Que achou? Conta para a gente. Até a próxima seus lindos.

Xoxo


Olá pessoal!
Vim mostrar para vocês os livros da minha primeira maratona da vidaaaaa. :3
Espero que dê certo e eu consiga ler todos. Ouvi um amém, irmão? Pois é, amém.


Quer saber o por que de cada um?
A maratona está explicada no vídeo abaixo e o criador da maratona é o canal Geek Freak. Caso queira saber mais é só clicar no nome do blog criador da maratona que já irá para o vido sobre a mesma.


Vai participar? Que livro irá ler? Quero saber tudo. :D



Jake Edwin Kennedy Bugg ou simplesmente Jake Bugg é um cantor/compositor inglês de 22 anos nascido em Nottinggham (Inglaterra) . Lançou seu primeiro álbum em 2012, auto-intitulado Jake Bugg.

Jake Bugg
Jake Bugg 2012

Acho que é um dos CD´s que amo da vida, tem um vibe muito pessoal e cada canção com uma mensagem diferente e autentica. O CD possui 14 faixas ( amo todas) e vendeu 450 mil copias no Reino Unido. 
Bugg foi um daquelas cantores que achei ao acaso, mamãe assistindo uma novela na época e tinha na trilha da mesma (não lembro o nome da novela) uma música do Jake do seu segundo Cd, Seen It All ai eu ouvindo já amei na hora, joguei a letra na internet e já baixei a discografia completa , hoje estamos aqui neh Brasil?
Jake já foi comparado a Bob Dylan, mesmo sendo novo possui uma voz incrível e marcante, o estilo de suas canções rápidas e com um violão ao fundo é algo bom de se escutar. Quem gosta de AM, Vampire Weekend ,The Strokes e tudo do gênero vai curtir.
A repercussão do seu primeiro cd no Reino Unido já mostrava a que ele veio, o sucesso da estreia foi confirmado com o certificado de platina pela British  Phonographic Industry (BPI)

Shangri La   

Shangri La 2013

Lançado em 2013 é um álbum que mostra uma cara nova do Jake, com faixas mais elétricas e dançantes até, porém sua voz grave e forte mostra-se viva em todas as faixas. Possui 12 faixas o CD e é onde Jake carrega uma das suas canções mais lindas, a Me and You (choros chorosos ouvindo) .

On My One

On My One 2016

Lançado recentemente , o álbum novo do Jake traz um frescor novo a sua voz, composto de 11 faixas as canções com o conhecido violão ao fundo mostram a evolução e transação do Bugg entre os dois últimos álbuns lançados.

Com esse trabalho novo ele da uma leve pincelada no anteriores e vende um CD que até lembra o Shangri La, mas mostra-se mais diversificado e profundo.

Eu se você você baixava essa discografia toda e ia aproveitar a voz e essas songs lindas desse maravilhoso ai. O Jake com certeza caíra no gosto de vocês, aproveita que hoje é domingo da um play ai, pega aquele livro maravilhoso e vai ler com o Jake ao fundo.

Conhecia o som? Se não vai conhecer não te faz de doido e fala o que achou aqui depois pra gente viu? Bjo e domingo que vem tem mais.

Xoxo


Titulo: Guerreiros não nascem prontos
Autor: José Luiz Tejon
Editora: Gente
Ano: 2016
Páginas: 192

Este livro fala de lutas. Lutas que nos servem de exemplo, que nos ensinam estratégias. Lutas que mostram que não é fácil correr atrás daquilo que queremos. Mas nunca devemos nos ajoelhar perante o destino porque essa é, nas palavras de José Luiz Tejon, “a essência da alma forjada na têmpera forte dos grandes guerreiros”.
Em Guerreiros não nascem prontos, Tejon leva ao leitor palavras inspiradoras, mostrando que o caminho para a realização não chega sem obstáculos. Tejon despertará o guerreiro em você, ajudando-o a fazer escolhas inteligentes, alinhadas com os valores da sua vida.

Titulo: Motivos para sorrir
Subtítulo: Tudo e mais um pouco sobre a família mais divertida do YouTube
Autor: Manoela Antelo e Luan Novitt
Editora: Única
Ano: 2016
Páginas: 128

Se você já é fã do canal Manoela Antelo ou do Luan Novitt este livro é para você. Mas se você ainda não conhece os dois, acredite: este livro também é para você. Acostumados a dividir a vida com seus seguidores, Manu e Biri (como os dois se chamam) sabem o poder de um sorriso: conquistaram o Brasil fazendo milhares de pessoas sorrirem todos os dias com vídeos leves, engraçados e sinceros.
Muito mais que tio e sobrinha, os dois são melhores amigos e parceiros para qualquer aventura.
Este livro é para todos aqueles que acreditam na força da amizade, na união, no sentimento único de ter alguém com quem contar em todos os momentos. Encontre aqui as melhores histórias de Manu e Biri e se surpreenda, pois assim como eles, você também vai ter muitos motivos para sorrir ao fechar este livro.

Lançamentos de Janeiro a Maio:






 




           Ei gente,tô tão metido com essa coluna nova sério mesmo, tô metido pacas...

Então essa é a Pé da Letra a coluna de música dentro do Primeiras Impressões, cês devem tá se perguntando como vai funcionar a coluna , então, todo domingo teremos um poste sobre música, pode ser sobre um Cd lançado atualmente, uma trilha de algum filme, cantores novos ou nem tão novos assim no cenário rs, os mais variados assuntos dentro do mundo da música.

A proposta da mesma é mostrar a música e suas emoções e tudo que ela faz a gente sentir, seja lendo um livro, na janela do bus pensando na vida, em casa pensando no/na crush (saí bad).
Pra iniciarmos os trabalhos hoje vou falar de um cantor que amo e no quesito música é o que mais me emociona o Cícero Rosa Lins .



Esse Carioca é formado em direito e desde 2011 vem deixando sua marca pelo cenário indie rock/mpb do Brasil. Cantor, compositor e produtor, lançou seu primeiro álbum em 2011 o Canções de Apartamento.

Canções de Apartamento 2011

Cd esse todo produzido pelo Cícero e disponibilizado de graça na internet (corre no site dele) . O cd contém 10 faixas, uma obra de arte e ganhou dois prêmios no Prêmio Multishow de Música Brasileira.
Com uma melodia gostosa e músicas que você começa a ouvir em uma tarde de sábado, tomando um café e pensando na vida, o álbum foi um belo começo pra quem queria se apaixonar por um cantor incrível.

Sábado

Sábado 2013

Já em 2013 Cícero lança o Sábado, mesma forma que o Canções , Cícero produziu juntamente com Bruno Schulz e Bruno Giorgi e disponibilizou de forma gratuita em seu site. O álbum contém também 10 faixas, a que se engane e ache que ele segue a linha do primeiro CD, Ciço coloca coisa do cotidiano, uns instrumentais maravilhosos e pronto tá feito.
Menos de 30 minutos você escuta o álbum todo , com uma MPB deliciosa o mesmo ainda conta com a participação de Silva e Marcelo Camelo.

A Praia
A praia 2015

Em 2015 Cícero nos presentou com A Praia, liberado também em seu site de forma gratuita dia 26 de março de 2015, Cícero mistura os ritmos de ambos os álbuns anteriores e é algo que cai muito bem a ele, A Praia surge como uma brisa maravilhosa e forte.
Também com 10 faixas maravilhosas A praia liga um Cícero poético e meio diferente dos outros cds, porém não perdendo seu dom de encantar a cada nota.
Para quem não conhece o Cícero fica a super dica aqui, cantor incrível e aposto que cês vão se apaixonar pelos cd´s e por ele.
Quem for de São Luis fica ligado que o Salomé Bar tá com um projeto cultural maravilhoso e em Agosto Cícero tá dando o ar da graça em São Luis (SOCORROOOO) dá uma olhada na página deles para mais informações sobre.

Ei amores gostaram? Já conheciam o Cícero? Quer que eu fale de um cantor especifico?  Que achou da coluna? Tudo é válido aqui, comentem e participem. Domingo que vem tem mais hein.

Xoxo
Série: Homens Marcados
Titulo: Notas quentes #2
Subtítulo: Jet
Editora: V&R Editora
Ano: 2015
Paginas: 312

[Resenha] Na sua pele #1

Skoob | Compre e Compare

Quando Jet Keller sobe no palco com aquela voz meio rouca, dedilhando intensos acordes de guitarra, todas as garotas vão à loucura. O corpo tatuado, o cabelo rebelde e o olhar sedutor fazem desse roqueiro um grande conquistador, capaz de levar a mulher que quiser para a cama. Muitos garotos sonham com a estudante de química, Ayden Cross. Seus olhos cor de uísque, as pernas supercompridas, o ar de mistério e até o seu sotaque fazem qualquer um perder o juízo. Mas Jet é o único homem capaz de enlouquecê-la e tirá-la de sua vida certinha. Há muito tempo que Ayd e Jet se desejam, mas por acreditarem que são um o oposto do outro, têm evitado essa paixão. Porém, um desejo assim tão ardente não pode ser contido por muito tempo e o que está para acontecer entre esses dois será avassalador. Notas quentes é um romance tórrido, cheio de revelações e com intensas cenas de amor que irão ficar gravadas em você tal como um rock sedutor.

Já vim louca para saber o que iria acontecer nesse segundo por que fiquei apaixonada pelo Rome em poucas aparições em Na sua pele. Não achei que o Jet fosse tão legal, ele não apareceu muito no primeiro e não tinha o que pegar de sua personalidade. Então, li no escuro.



O começo do livro é um pequeno pedaço que aconteceu no livro anterior onde a Shaw e a Ayden foram para o show da banda do Jet com o Rule e os meninos e no momento em que ela foi para casa e estava bêbada aproveitou ara pedir carona para o Jet que ao chegar à casa dela não caiu nos seus truques de sedução. Eu fiquei boba e já me ganhou bem ai. Kkkkkkk Mas eu queria que ele tivesse ido bem no fundo. Até aí tudo bem e a história só começa a rolar mesmo praticamente um ano depois do ocorrido. Ao que nos levar, a saber, por que esse tempo todo e o que aconteceu nesse meio tempo. O Jet saiu em turnê e estava voltando e como a Shaw foi morar com o Rule e na casa da Cora sobrou um quarto ofereceram para ele (ideia ótima por sinal), já a Ayden ficou meio desconfortável, mas aceitou já estava de namorado novo, então não tinha nada com que se preocupar. #sabedenadainocente
E esse é nosso grande ponto de partida para essa história cheia de segredos, amor e muita tensão reprimida.
Eu nunca tinha lido nada dessa mulher até encontrar essa série, sabe uma sede que dá para ler e em menos de uma semana ler os três? Pois é.

Nem percebi que fui andando na direção da Ayden. Não percebi que empurrei ela contra a porta com meu corpo. Não percebi que enfiei os dedos naquele cabelo sedoso, que ficou preso nos meus anéis. Ouvi a menina ficar sem fôlego quando minha língua alcançou o meio daquela boca quente. Eu ia me afastar, pedir um milhão de desculpas e dizer que aquela semana tinha sido uma merda. Mas, antes que eu pudesse fazer isso, ela passou os braços no meu pescoço e senti que toda resistência dela e todo o controle que eu estava tentando manter tinham se esvaído em um murmúrio de prazer.
Esse segundo volume eu gostei mais que o primeiro. Talvez por que teve os palavrões na medida, pois no primeiro o Rule falava em quase toda pagina. O Jet não é tão cheio de dotes quanto o Rule, mas também tem seus encantos. Eu achava que ele era só mais um cantor de rock que vivia viajando por ai e agarrando qualquer mulher que desse uma cruzada de perna bem feia. Não me enganei, mas ele tinha algo mais. Ele tem uma carga emocional desde a infância. Seu pai era um “astro de rock” e querendo ou não ele é um pouco do reflexo do pai somente nesse quesito, pois ao contrario dele o Jet era bem famosinho não só na cidade onde mora como fora dela e ele nem queria ser famoso, apenas curtir boa música e ganhar dinheiro com o que ama fazer. Em contra partida temos a Ayden que nem de rock gosta. Ela ama música country já que veio de uma cidadezinha do interior de Kentucky onde ela nem quer saber falar. É um lugar onde ficou trancado tudo que ela queria esquecer sua vida antes de Denver e resolveu que sua vida era focar nos estudos já que ela sabia que se não fosse essa oportunidade ela poderia estar morando em um trailer com a mãe pelo resto da vida e assim permaneceu até o Jet aparecer em sua vida.
Percebemos que os o nome da série faz jus aos rapazes já que são 6 livros. Cada um tem uma carga emocional diferente e suas parceiras também e isso os completa. O Jet tem uma família desestruturada onde a mãe é fraca e faz tudo que seu marido a manda fazer por medo de perdê-lo sendo que ao meu ver ela não irá perder nada só se livrar e o Jet o pensa o mesmo. A Ayden saiu de uma vida conturbada onde ela achava que levava vantagem e era somente usada e nada mais. Sua mãe não tem nada e os filhos que se virassem, morava em um trailer velho juntamente com o irmão que o que tem de bonito tem de bandidagem e a levava junto. Eu fiquei bem chocada e triste com a vida que ela levava quando lerem vão entender o por que e que a salvação dela foi passar com um sorte divina nessa faculdade.
Desde o primeiro vemos que os casais são como Yin e Yang, onde um é a escuridão o outro será a luz e isso me deixou muito satisfeita, pois ela poderia pecar em algum momento, pois há muitos momentos tensos entre o casal e esse é de pegar fogo literalmente. Eu tô boba com essa serie até o momento e o do Rome eu já li também então não irei demorar a resenha-lo aqui para vocês.
Assim como o primeiro você tem a oportunidade de ver a história a partir dos dois e não somente de uma pessoa da relação e isso da um A+ para essa história. E como o Jet é vocalista de banda não poderia faltar música e esses é um dos seus encantos e tem momentos lindos envolvendo música e eu não vou contar por que quero que vocês leiam. Kkkkkkkkkk
E como se não bastasse ela coloca a trilha sonora de ambos, já que curtem ritmos completamente diferentes e é esse mesclado de ritmos que gera uma boa harmonia entre os dois.
Então, se você gosta de um romance HOT e com várias pegadas de drama, leia está série. Estou gritando para muita gente ler esses livros, por que eu fui ao delírio e quero vê vocês irem também. Não posso ficar nessa sozinha. 

E ai? Leram o primeiro e já estão por aqui. Vão continuar por que só fica mais quente a cada livro. 
Bjos
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...